terça-feira, 16 de setembro de 2008

É cada coisa...

Ontem eu estava no meu consultório, quando aparece uma mulher, um carrinho de bebe, um bebe e uma tartaruga! A mulher disse que havia acabado de encontrar a tartaruga na rua. Isso, na rua, no meio da pista. É uma dessas tartarugas de água, sabe? Que a gente compra e coloca no aquário. Na loja elas são pequenas, mas as benditas crescem! Essa aí já tinha o tamanho de uma mão aberta. A moça, toda engraçadinha: ah, ela não deve ser de muito longe, né? Falei pra ela ter cuidado com o bebê, sempre lavar bem as mãos depois de pegar na tartaruga e providenciar um tanque/aquário onde a bichiha pudesse ficar na água ou no seco. Vendi um pote de comida pra tartaruga e pronto.

Eu já tive desses bichos... não foi meu primeiro animal de estimação, pois o primeiro foi um periquito australiano de nome Brilinho, que ficava solto no apartamento, mordendo nossas orelhas. Mas tartarugas são bichos engraçados... a minha morava no meu quarto, dentro de um recepiente enorme de plástico, tipo tupperware, só que grandão. Aí dava mó trabalhão limpar aquele treco, tinha que lavar bem senão fedia, eu era adolescente, aí desisti do trabalho, dei para uma amiga de Joinville que tinha até um mini criadouro de tartarugas. Vai ver ela está lá, viva até hoje. Detalhe: nem lembro se ela tinha nome, tamanho apego que eu tinha por ela hehehehe.
Hoje em dia sei que meu negócio é cachorro. Até gostaria de ter um gato, pois acho eles maravilhosamente lindos, mas não rola. Queria também um mini coelho, tão fofooooo! Mas tb não rola, porque o Ty comeria ele na certa... mesma coisa com passarinhos. Mas tartaruga e peixes, sei que não terei mais. Dão trabalho, são fedidos e não servem pra nada. Nada contra, quem gosta que fique com eles hehehe.

Talvez um porquinho????

2 comentários:

Sara Favinha disse...

hahahahahaha, adorei esse post. Eu também já tive vários bichinhos, muitooos gatos, sempre, mini coelho, peixes, cães. Na faculdade tive a oportunidade de conviver com várias espécies de filhotes: bezerros, cavalos, porquinhos, coelhos, cabritinhos, etc. Era um barato.

Di disse...

Porquinho... com certeza o porquinho.