quinta-feira, 30 de julho de 2009

Viagens

Amanha estou indo pra sampa, pra copa cba. Não vou competir pois a Brenda está operada, ela está ótima, mas a orelha cheia de "caninhos" está meio Frankstain e acho que não vão deixa-la competir. Fica pra próxima. Vou acompanhar meus alunos, dentre eles a nova dupla Wylle e Senna, o whippet! Espero que ele complete as pistas mas, se não o fizer, vou entender, pois o Senna é um cão medroso e nunca fez agility fora de casa. Seja lá como eles forem, já estou orgulhosa. No mais, vão também Austin, Beth, Juka e Ernesto, cada qual com seu humano. Pra prova da DW, devem estreiar mais 3 duplas! Tcharam ram!
.

Brenda com orelhas enfeitadas
.

Hoje estava lembrando das viagens para sampa com os gaúchos. Já viajamos de manhã, de tarde, de noite, de madrugada... com chuva, com sol, com frio, com calor... Mas o que nunca faltou foram os quitutes. Não lembro bem, mas acho que, desde a primeira vez que eu fui, levei um bolo de chocolate, que o Fabs virou fã. Até consegui chantagea-lo por causa do bolo hahaha. As vezes levava pro Aurelio amanditas. Quem não gosta de amanditas? Que coisa boa! O Fabs era o responsavel pelas bolachas recheadas, chás e sucos de sabores duvidosos mas que eram uma delícia. O Aurelio levava umas bolachas da mãe dele, eu acho, uns sanduiches meio passados e bergamotas (mexirica para os normais). O Tiago acho que não levava nada, no muito uns chicletes que depois seriam colados no cabelo dele hahahaha.
.
Bons tempos que acho dificil que se repetirão. O que importa é que foi divertido.
.

Kiarinha em Itu, II copa CBA, foto do Fabs

.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Mais um Dasch

Essa é uma das do Fabi, a Tiga.
..

terça-feira, 21 de julho de 2009

Os salsichas

A Annie, do RJ, fez uma matéria para o site de agility do rio sobre raças que praticam agility. Foram duas partes até agora e creio que ela falará de todas as raças. Nessa segunda parte ela fala dos Schnauzers, Terrier Brasileiros, Yorkshires e Daschunds (ou Teckel).
.
Ha duas semanas começou a treinar aqui comigo um dasch, o Fluppi, de 8 meses. Coisa estranha um dasch no agility mas lembro de um preto que competia contra a Kiara no começo da carreira dela e também existem os salsichas do Fabi, que fazem agility. São ou eram tantos que nem sei quem fazia agility. Só sei que teve um que competiu no campeonato gaucho. O Fluppi está indo super bem. Com 3 aulas já faz bastante coisa e bem feliz, a dona dele está bem empolgada.
.

Um dasch qualquer, achado no google

.

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Só pra não ser do contra: Dia do amigo!

E hoje é dia do amigo, dia internacional por sinal. O dia do amigo é comemorado desde quando os caras lá pisaram na lua, reza a lenda que decidiram que nessa data se comemoria a amizade pois, pisando na lua, poderíamos ser amigos de todo o universo! Pffff! Eu é que não quero ser amiga de ET nenhum! Nem vem! Porque, se eu ver um, infarto de medo!
.
Então, posso dizer que sou uma pessoa de poucos, mas muito amados, amigos. Hoje em dia tenho grandes amigas que trago desde meus 12 anos de idade e mega amigos que tenho longe de mim, em outros estados. Amigos que falo todo dia pelo msn, amigos que falo de vez em quando pelo telefone, amigos que vejo quase todo dia e amigos que vejo uma ver por mês. Não me imagino sem nenhum deles.
.
Fui dizer feliz dia do amigo pra Gabi e ela nem sabia que era hoje! hahaah! Não me surpreendeu. A gente acaba conhecendo muito bem esses amigos, a ponto de saber, mesmo de muito longe, quando a pessoa tá triste, quando algo está acontecendo. Também podemos nos alegrar juntos e dar apoio pro que der e vier, mesmo sendo uma do Paraná e a outra de Minas.
.
Então, para meus amigos, colegas e até mesmo conhecidos, Feliz dia do Amigo! Que todos tenham amigos tão especiais quanto os meus!
.
.
.

.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Piratas

Adoro border collie pirata. Sempre foi a marcação que mais me chama a atenção, não importa em que cor de cachorro. Mas, como minha cor favorita é a marrom, meu sonho era ter um pirata marrom e este sonho já foi realizado. Agora, quando um dia a Laka tiver filhotes, espero que nasça um preto e branco pirata, que com certeza ficará para mim.
.
Lembro que, na ninhada que o Fabiano teve da Sandy com o Schummy, nasceram dois piratas, fiquei louca pelo machinho. Ele era lindo. Infelizmente naquela época eu não podia ter um border, mas ele deve ter ficado um cachorro adulto maravilhoso. Só sei que a Laka está cada dia mais linda.
.Arges, canil Campo Alto
.

Laka, Emporium dos Cães

.

Criação Border Aller
.

Achado no google

.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Depois de um longo e tenebroso inverno....

Voltei!


Na verdade voltei de um excelente final de semana de descanso... muito cansada, mas como valeu a pena!


Precisei deste tempo longe do blog para resolver uns probleminhas... alguns estão resolvidos, outros estão em processo de...


Viajei para Itatiba, para o sítio de uma amiga, para um orkontro! Foi tudo muito bom! Viajei com a Dé e com o Fernando ( namorado dela). Fomos de carro e saímos de BH no sábado cedo! Na hora do almoço já estávamos no sítio da Ana. Além de nós 3, tinha mais uma mineira, de Lavras, gente de São Paulo, de João Pessoa e de outras cidades no interior de Sampa. Tinha sotaque para todos os gostos!


Teve churrasco, música, violão, risadas aos montes, assuntos cachorristicos ( claaaaro), fondue de chocolate, fotos "na lareira" , acordar com invasão no quarto.... rsrsrs


Domingo fui ao Hopi Hari com o Fê, tb muito bom! Parque vazio, sem filas, mta gente sem noção e o único "contra"... a Montezum ( tão famosa montanha russa de madeira) estava fechada! =/


Cheguei hoje em BH as 4:40 da manhã! Um pouco moída pela viagem de onibus, mas valeu!


Foi muito bom passar esses dois dias sem pensar em nada.. sem preocupações e por incrível que pareça.. sem os cães. Fazia muuuuito tempo que eu não tinha esse tempo "para mim" e voltei nova!


Já avisei para a Ana que pretendo voltar lá logo que possivel.. mas ai sim, acompanhada da Chel! O lugar é lindo, enorme e sei que a baixinha se divertiria horrores! Alguém me acompanha? :P

domingo, 12 de julho de 2009

Cade a neveee?

Deu na previsão de ontem que hoje iria nevar aqui. Bom, não sei da onde né, mas não nevou (claro). Pelo contrário, fez sol! Fizemos um churrasquinho aqui em casa e de tarde saí com a Kiara e o Ty. Levei os anões numa praça aqui perto, onde tem um campo de volei de areia perfeito para a pratica de arremesso de bolinha e frisbee. O Ty tb pratica o escavamento, acha que é tatu e faz enormes buracos. Domingo gostoso. Amanhã é níver de mamys e será uma segunda pesada, muito trabalho e correria.
Boa semana pra todos!

sábado, 11 de julho de 2009

Ô tempinho

Chuva em Curitiba... Inverno não seria, teoricamente, tempo de seca? E que inverno é esse também? Fez frio quando ainda era outono e até agora mais nada... fica nesse clima úmido de 15°C. Quero aquele frio seco, que faz meu cabelo parecer ter saído do salão todo dia.

Ahhh, saudade de dias assim



Nem tivemos treino hoje. Espero que terça o tempo melhore. Hoje revendo algumas fotos, vi uma do meu primeiro podium com a Brenda no g2. Lá na DW, 2° lugar. Fiquei muito feliz e aaaamo essa foto, nela estão pessoas muito queridas: Dan e Camila. Infelizmente esse foi o mesmo dia em que o Marco Polo sofreu o acidente onde o Cuore morreu. Mas só fiquei sabendo disso tudo no dia seguinte, segunda feira.


adooooro


Terminei minha monografia finalmente! Na verdade ainda falta escrever as considerações finais e aquela chatisse de resumos, tabelas, etc. Organizar ela todinha pra ficar bonita pros profes lerem. Prometo que não faço uma pós de novo tão cedo. Estudar é sempre bom, mas cansa também né. Agora tenho que me concentrar nos meus negócios

Olha os filhotes atacando a carne cruaaa! Ê monografia interessante

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Diferente

Estou com uma cliente um pouco diferente, é uma pit bull surda. Surda mesmo, ela somente consegue perceber vibrações. Seus donos me chamaram pois querem que ela fique mais obediente e consiga entender as regras da casa, só que estavam com medo do adestramento, pois não queriam que "a cachorra fosse enforcada", palavras deles. Apresentei meus métodos e começamos as aulinhas. Não uso o clicker, claro, pq a cã não iria ouvi-lo mesmo. Ao invés do clicker uso muito o gesto de positvo e a expressão facial. Beleza. A cachorrinha está indo muuuuito bem.

Minha irmã trabalha com crianças surdas, é vice diretora em uma escola estadual para deficientes auditivos. Já levei a Kiara lá algumas vezes e mostrei para elas como a linguagem de sinais é importante também para os cães, como muitas vezes os sinais são mais válidos que os comandos verbais. Eles ficaram encantados e conseguiram fazer vários truques com a Kiara, somente com os sinais.

É o que eu tenho feito com a pit, que se chama Cacau. Os donos estão bem felizes pois agora conseguem que ela os obedeça muito mais, respeite o portão e não saia por ele, venha quando chamada e se comporte em geral. Fico pensando como seria complicado e doloroso educar a Cacau com enforcador e trancos. Ainda bem que os donos dela são pessoas bem esclarecidas e procuraram a melhor forma de educar sua filha de quatro patas.



Uhhh, medoo

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Os anões

Bom, ontem foi dia de treino, como prometido levei o Kid. Também levei o Ty. Estava bem desanimadinha com o Ty, mas ele me surpreendeu ontem. Consegui, finalmente, terminar o slalon dele! Uhuuu! Faltava tirar 6 telas e tirei tudo de uma vez, decidindo retomar por outro método ou mix de métodos. O Ty é doido pelo clicker, faz qualquer coisa por ele e volta e meia estamos inventando truques juntos, pois a brincadeira preferida do Ty é o shaping. Ontem peguei o clicker, os petiscos e fomos para perto do slalon. Ele já foi e contornou a primeira vara, cliquei e recompensei, fez a primeira e a segunda, cliquei e recompensei e asism fomos até a 12°. Ele fez feliz e rapido. E assim foi, em alguns minutos fiz o slalon desse doido.
O Kid também me surpreendeu. Estavamos ha uns 2 meses sem treinar e ele voltou com tudo! E grudado em mim, como sempre. Adooooro esse sheltiezinho. Finalmente comecei a passarela dele. Na verdade só a zona de contato no banquinho e ele pegou rápido o que eu queria. Acho que vai ser tranquilo passar pra passarela.
No final, foi um ótimo dia de treino e os anões me deixaram muito feliz. Não estreiarei o Ty nessas duas primeiras etapas da copa CBA por problemas meus do tipo universitário. Quem sabe nas próximas etapas ou no campeonato carioca, que quero ir em alguma etapa, já que meu irmão agora mora no RJ e é um ótimo motivo para visita-lo.

video

terça-feira, 7 de julho de 2009

Blog novo

Mais um blog na área, esse é da Ca (Camila Sakavicius pra quem não é intimo). Começou bem, com dois posts no primeiro dia. Espero que continue nesse ritmo, se bem que eu não posso falar nada, pois não escrevo aqui todo dia e meio que virei mãe única desse blog, já que a dona Gabi (Gabriela Almeida para os não intimos) nunca mais escreveu uma palavrinha.

Hoje é dia de treino aqui, quero retomar os treinos do Kid, the sheltie, pois o coitado entrou em férias forçadas. To maluca pelos filhotes dele, nem fui mais visitar com medo de realmente querer um, já dei até nome pro bicho: Mike (Michael Jackson of BR Paddock, em homenagem hahaha). Dizem que, a partir do momento que você dá nome, se apega. Mas como não se apegar naquelas coisinhas??? Todos tão lindos! Mas o Mike é o mais bonito, é o macho maior, com colar completo, marcações perfeitas. Mas não posso ter outro cachorro agora, é cedo demais. Tenho que me concentrar a Laka. Mas eu queria... Mas não posso... hahahaha

Laka, foto de sabado



Kid, ahhh, se o Mike for igual a ele...

domingo, 5 de julho de 2009

Bre Bre de volta

Ontem a Brenda voltou oficialmente a treinar após um mês parada devido à problemas de saúde. Agora está 100% e mais maluca que nunca.

Resolvi seguir uma idéia do Marco Polo e dividi o treino em 3 partes. Primeiro treinaram os avançados, cães que já fazem todos os obstaculos, depois treinaram os cães prontos pro iniciante e por último os cães que estão começando agora. Deu certo, ficou menos corrido pra mim e pude me concentrar mais em cada dupla em pista. Mas mesmo assim sempre tento fazer uma pista onde eu precise mexer o menos possivel de um nível para outro.

No geral os aluninhos foram bem e a maioria está empolgada pra copa CBA, os que já competem e os que pretendem estreiar nela.



Bre e eu, voltando aos treinos!

Campeonato paulista na globo.com

Etapa do campeonato paulista de agility rolando hoje em Itu e já saiu uma matéria sobre isso no site da globo! Show!
Para ler, cliquem aqui

sábado, 4 de julho de 2009

Os verdadeiros dos whisperers

Texto retirado do blog CãoSciência
OS VERDADEIROS DOG WHISPERERS – texto escrito por Denise Luckacs treinadora especialista em comportamento canino EUA, traduzido por Cláudia Estanislau
Os treinadores que são os verdadeiros símbolos do uso de técnicas de reforço positivo usam SEMPRE os métodos e técnicas mais gentis para ensinar os cães. Nós somos mais do que apenas alguém que “teve cães a vida toda” e simplesmente “apanharam” algumas técnicas pelo caminho. Treinadores e comportamentalistas positivos têm centenas de horas de estudos profissionais em psicologia e comportamento animal. Nós estudamos como os humanos processam os seus pensamentos, como os cães processam os seus pensamentos e porquê é que são diferentes. Nós sabemos que o melhor ambiente para aprendizagem é aquele que não envolve medo porque o cérebro absorve informação mais rapidamente e com mais precisão quando não existe medo no processo de aprendizagem. Nós sabemos que existe uma diferença entre liderança e tentar ser o “alpha” – porque compreendemos que não somos cães, mas somos uma espécie completamente diferente, e que não podemos efectuar os mesmos comportamentos que um cão efectua eficazmente….e que, na melhor das hipóteses, apenas podemos superficialmente imitar as suas acções - mas nunca poderemos construir comunicações caninas verdadeiramente idênticas. Não podemos porque somos espécies diferentes com especificidades biológicas diferentes e como tal as nossas tentativas são no melhor artificiais. Não sabemos ladrar, não sabemos rosnar, não nos pegamos uns aos outros pelos cachaços, nem nos atiramos uns aos outros ao chão para comunicarmos poder – a menos que queiramos provocar uma luta.Sabemos que ferramentas usadas para intimidar resultam num estado chamado “learned helplessness” e que este estado emocional não é o mesmo que uma verdadeira modificação comportamental efectuada com conhecimento adequado. Percebemos o conceito de escolha e como ajudar um animal a escolher com inteligência o caminho que queremos sem medo de ter um castigo atirado na sua direcção. Não usamos estranguladoras, coleiras de choque, coleiras de bicos, garrafas que esguicham água, sacos com moedas, jornais, joelhadas, beliscões, enforcamentos, esticões, bater, gritar, atirar, torcer, ladrar, rosnar, sons estranhos como “tsss”, abanar cachaços ou alpha rollovers.
Nós sabemos que é importante não usar estes técnicas porque sabemos que elas têm o potencial de fisicamente magoar o cão assim como influenciar o nosso sucesso. Sabemos que misturar o castigo ou a intimidação com recompensas, resulta num cão confuso, que recai no estado de “helplessness”, e não num cão que aprendeu qual o comportamento que queremos e que o escolhe voluntariamente. Se um treinador vos disser que usa métodos positivos e depois usar uma das técnicas ou ferramentas descritas acima, não é definitivamente um treinador que usa métodos positivos.
Os treinadores verdadeiramente positivos, têm sido chamados de “treinadores com salsichas”, “treinadores com comida”, “treinadores que põem salsichas nos narizes dos cães” e “treinadores softs” – não para serem levados a sério. No entanto, somos os treinadores que sabem como ensinar um golfinho a detectar uma bomba…ou uma baleia assassina a saltar por um anel de fogo…ou um rato a encontrar uma mina terrestre…ou um poodle a detectar cancro….ou um Golden Retriever que detecta epilepsia…ou um labrador que ligas as luzes quando você não consegue lá chegar…ou um papillon a telefonar para o 112 quando você precisar de assistência…ou um Collie a calmamente ouvir enquanto uma criança com dislexia lê para o cão…ou um Maine Coon a fazer um percurso de agility…ou a ensinar uma abelha a detectar explosivos.Por favor considere isto: um golfinho ou baleia assassina não irão tolerar uma estranguladora nem irão aceitar a força, medo ou intimidação como técnicas de treino, sem uma reposta agressiva para com o treinador. Se nós conseguimos treinar estes animais com reforço positivo sem estranguladoras, correcções ou coleiras de choque – porque pensamos que estas são necessárias ou apropriadas para usarmos nos cães?Não são necessárias, porque existem alternativas superiores, mais avançadas que respeitam o bem-estar do animal. Não existe hoje em dia nenhum motivo que justifique o uso de uma ferramenta ou técnica que incite o medo, força ou intimidação no animal. Trabalhe com um treinador que estudou comportamento animal e eles podem-lhe ensinar como você pode treinar o seu cão com a sua inteligência e não com a sua força.Os verdadeiros treinadores que usam reforço positivo, são os treinadores que usam métodos que são muito idênticos aqueles usados com crianças, usando motivação e recompensas que podem incluir incentivo, brinquedos, brincadeira ou mesmo comida. Nós somos os treinadores que usam marcadores verbais e clickers.
Os verdadeiros treinadores que usam reforço positivo, ensinam usando os instintos naturais dos cães e não têm necessidade de constantemente ter um cão numa estranguladora ou administrar choques eléctricos ao mesmo, até que este faça o que queremos. Somos os treinadores que melhor entendem o temperamento do seu cão e que o ensinam sem gerar medo, medo de si, numa tentativa de lhe dar poder. Mas antes, o ensinam a estabelecer uma equipa com o seu cão, para criar nele um desejo natural de fazer tudo o que você quer. Somos os treinadores que conseguem ensinar o seu cão desde os comportamentos mais básicos ao mais complexos, desportos e trabalho policial e de guarda.