terça-feira, 26 de maio de 2009

E dessa vez ....

Ficamos pra trás!
Apesar dos grandes planos que tinhamos feito para estas estapas do Brasileiro que acontecerão na DW, não poderemos ir....
Minha super, hiper, mega, maxi, plus, plus super dog está de férias. Está doentinha e precisaremos começar um tratamento meio complicado. Assim sendo, sem treinos, sem provas por tempo indeterminado.
Claaaro que assim que as vets liberarem, estaremos de volta com tudo em cima!!!
Sei que é bem ruinzinho conversar com o povo e todos estarem fazendo planos, treinando e eu aqui.... Mas bom, no momento o mais importante é que a baixinha fique bem! A saúde dela acima de tudo!

Falando da minha outra filha, dona Isa! Hoje fez uma semana que ela foi castrada e está ótima! Na verdade ela estava perfeita desde que voltou pra casa depois da cirurgia. Esqueceram de contar pra ela o que houve naquele tempinho em que ela ficou "dormindo". Chama-la de louca é pouco. A magrela está bem mais bonitinha agora! Ganhou muito peso desde que chegou aqui e já está bem mais educada. Ainda não é uma lady como a Chel ( ixi, essa comparação foi pesada..rs) mas está uma fofa! Ainda está pra nascer um cão que goste mais de 2o2o do que ela. Sozinha no quintal, ela vai pra "passarela"e fica lá na zona parada... as vezes com uma bolinha na boca! Pode isso?

Deixo aqui uma boa viagem para os que vão para a prova deste final de semana e uma ótima prova!! E estou apostando em um resultado específico... será? será? hahahahha Povo, me mandem noticias!!!
PS: sabe-se lá porque, minha ineternet resolveu não fncionar direito hoje... e não consegui carregar a foto que queria nesse post! Fica pro proximo!

sábado, 23 de maio de 2009

E não é que vicia!

Esse agility vicia mesmo! É engraçado como tem gente que ama tanto esse esporte né. Eu sou uma dessas pessoas e a grande maioria que lê esse blog também é. Nessa última prova, uns primos meus de Campinas foram assistir as pistas de domingo. Minha prima me perguntou: "ah, o que você ganhou com o terceiro lugar de ontem?" E eu respondi: "uma medalha". Ela ficou com cara de "que coisa tonta", perguntou do primeiro lugar e eu também falei que ganhava uma medalha. Ela deve ter pensado que sou idiota, de viajar aqula distancia toda pra ganhar uma medalha. Ah, fazer o que? Eu amo medalhas hahaah. Mas mais que medalhas, eu amo o agility, meus cães e meus amigos. Mesmo sem as medalhas, mesmo ganhando apenas pontinhos, eu continuaria nessa loucura.

Hoje meu sobrinho foi de novo no treino. Ele estava contando os dias da semana para poder ir treinar. Fez tudo bem bonitinho com a Kiara, prestou atenção nas outras duplas e voltou no carro falando de agility. Ixi, acho que o menino já está viciado :)

Yuri e Kiara, se divertindo!


Olha a concentração!


sexta-feira, 22 de maio de 2009

10 coisas sobre a Brenda

Resolvi homenagear minha gorda e escrever 10 coisinhas básicas sobre ela, sua personalidade, manias e jeitinhos!

01- Ela simplesmente é viciada em bolas. Nunca tinha visto um cachorro assim. E não adianta, quando ela pega uma, nada a faz soltar, nem um pedaço de frango enfiado dentro do nariz. Seu amor pela bola é maior que qualquer coisa nesse mundo.

02- Brendinha também adora uma piscina. Primeira coisa que faz quando chega no CTA é parar na frente do portão da piscina, torcendo para que alguem a deixe entrar. Também já fugiu da minha casa na praia e invadiu a piscina dos vizinhos, causando a maior bagunça e vergonha para minha pessoa. Na chácara do Aloisio deu muito trabalho para o caseiro, cada vez que ela entrava na piscina, o coitado ia lá retirar os pelos. Não dava 2 minutos ela tava lá nadando de novo hehehe.

03- Perseguir criancinhas é um esporte para ela. Se forem menininhas então, tá feita. Agora não sei o que ela faria se conseguisse pegar alguma... se iria só brincar ou se comeria as perninhas das pequenas.

04- A Brenda ama folhas, se ela pudesse, só se alimentaria delas hahaha. Nunca vi coisa igual, não pode ver uma folha que come, depois fica tossindo que nem véia tuberculosa :P

05- Ela ama todas as pessoas e recebe todo mundo com beijos e chorinhos. Isso me deixa um pouco enciumada :/

06- O que fez eu me apaixonar por ela, foi seu slalon. Quando vi aquilo não tive duvidas que seríamos ótimas amigas hahah. Puxa, antes dela só tive a Kiara, que sempre teve um slalon péssimo!

07- Se ela percebe que não vai sair comigo de carro, enlouquece! Grita, late, pula, quase arrebenta o portão... e o pior é quando percebe que vai! Aí sim fica mega doida!

08- O Ty e ela são super amigos, eles se adoram e brincam bastante.

09- Quando rola alguma briga, a Brenda finge ser uma pedra, se encolhe num canto pra não sobrar pra ela.

10- É a border mais fofa, orelhuda e maluca de Curitiba! Não tem quem não se apaixone por essa doidinha! Sei que eu sou mega apaixonada por ela :)


Na piscinaaa


Bolaaaaaaaaaa

Com a bola, que ela não solta meeeesmo e o Ty, dupla perfeita


ahhh esse slalon...

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Mais fotinhos

Quase não peguei na máquina nesse findi, pq minhas pilhas se revoltaram e decidiram morrer hahaha. Mas consegui algumas fotos de cães não alunos e de alguns amigos.

Lunna da Val


Quem seria esse cão? Alguem sabe? Só sei que é grau 1

Carol da Katia

Aluninhos

Fotos dos meus alunos desse último final de semana!






quarta-feira, 20 de maio de 2009

Primeiro combinado zerado

Eeee! Fiz meu primeiro combinado zerado esse final de semana! Foi o primeiro da minha vida no g2, já que no g1 já havia feito com a Dina e com a Brenda. Eu estava realmente nervosa no sábado, nunca havia ficado assim numa prova, zerei a primeira pista e, na segunda eu estava mais pilhada ainda. Mas no final deu tudo certo e a Brenda, apesar de dar umas voltinhas meio sem noção, foi perfeita! Ela é o melhor presente que já ganhei.

Nestas duas etapas algumas pessoas foram fundamentais nas minhas pistas. Renan por ser um amigo maravilhoso, foi o juiz e, aquela olhadinha pra ele antes de deixar a Bre no fica me deu sorte hehe. Felipe, Bruno, Otávio e Zé que me ajudaram no reconhecimento. O Fiii principalmente, já que me deu dicas importantes e sofreu na quase eliminação hahaha. Gabiroba, por me dar o boné da sorte e ser minha coach. Até parece que foi uma grande conquista, mas pra mim foi, mas o mais importante foi devido a essas pessoinhas especiais. Como é bom vermos que existem amigos de verdade. Me decepcionei com algumas pessoas, mas as amizades boas fazem eu me sentir 100%!

Podium!!!!



Brenda com cara de psico! Foto da Gabi

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Sustos e diversão

Mais um final de semana se passou e lá estava eu!
Viajei na sexta para campinas e aproveitei muito!! Levei a Chel para pastorear na Chacara Emporium dos Cães, batemos papo e foi ótimo! Sábado lá fomos nós para a prova.
Dona Chel me passou um susto. Ela estava muito mal. Mal ficava de pé, com aparente dor, salivando muito, não conseguia comer nem beber água. Mia scedo eu a tinha visto broncando com um graveto, e logo suspeitamos de ter algo preso na garganta, estômago ou qualquer outro lugar. Foi então que eu, Marcela e Fernanda(SP) corremos com a baixinha para o vet. Vocês sabem, aos sábados os vets das clínicas nunca sào os mais confiáveis e claro que caimos na mão de uma "das boas".
Após o raio-x ( onde viu-se que não havia nada estranho em lugar nenhum) a querida vet veio com o papo de que a Chel tem o coração aumentado ( cuma??)... Seguindo com isso, ela soltou a pérola de que a Chel não deveria fazer agility competitivo e nem treinar pesado, já que estaria correndo um grande risco de sofrer uma morte súbita! ( cuma???) A frase foi assim "Ela é uma cadela muito bonita para morrer assim"( então se ela fosse feia, estaria tudo bem?)
Além disso, falou que ela estava com o baço aumentado ( isso eu já sabia e a vet da Chel também) e que se continuasse assim, eu teria que retirar o baço dela! ( oh my God!)
Bom, além dessas ótimas informações, ela me deu "respostas" para o mal estar da Chel que seriam dignas de um óscar!
"Olha, se ela estava na caixa, vendo os outros cães fazendo agility e ela não pôde, quando você tirou da caixa, ela estava com raiva e ai não quis fazer , por pirraça."
Eu, a Ma e a Fê trocamos olhares incrédulos e quase gritamos juntas "NÃO, NÃO, NÃO MESMO! Sem chance!"
Resumindo, voltamos para a prova com uma mão na frente e outra atrás. Medicamos a Chel com remédio pra dor e só. Não competi no sábado..=/
Fomos para acasa da Má, e foi muuuito legal! ( depois farei um post sobre as partes "pessoais"do final de semana). Domingo fomos para a prova.
A Chel foi melhorando e eu resolvi entrar com ela. A pista de agility foi bem legal, mas deixou claro pra mim que ela ainda estava com dor. Fez até num tempo legal, com as zonas muito boas e trajetorias também legais, mas derrubou 4 barras!! Notei que ela corria diferente e o slalon dela foi estranho. Depois de uma das barras derrubadas, vi que ela não estava bem e cheguei a quase parar com ela.. mas faltavam 3 obstaculos e terminamos a pista. Para mim ficou claro a dificuldade dela de se esticar para saltar e juntando ao fato de que ela não derrubava nenhuma barra desde agosto do ano passado....
Ela tomou outro remedio para dor e entrei no jumping. Entrei desencanada e já sabendo que na 1a derrubada ou no 1o fato estranho que ocorresse, eu sairia da pista. Acho que isso me deixou bem "desligada"e fomos eliminadas. O bom foi que até aquele ponto da pista, a Chel me pareceu bem melhor! :)
Foi um final de semana conturbado e voltei preocupada com a Chel. Hoje cedo eu já estava com ela no vet, mas isso é caso para outro post!
Preciso aqui dar um super parabéns à super Fê ( co-owner do blog) pelo 3o lugar grau 2 no sábado com direito a combinado zeraaado!! Boa fiaa!!! E parabéns também também ao Re, pela ótima estréia como juiz grau 2!

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Minha cachorrinha que não era minha

Nunca tive um cão meu quando criança, os únicos que me acompanharam pela minha infancia foram cães que moravam na praia onde temos casa. Toda vez que íamos para a praia, eu adotava (ou melhor, o cão me adotava) pelo período que eu estava lá. A primeira cadelinha que me adotou foi a Fifi, uma mestiça de pinscher, tigradinha, da pata torta. Rezava a lenda que uma moto tinha passado em cima da pata dela quando filhote e ninguem arrumou, ficando tortinha.

Eu devia ter em torno de 10 anos de idade. Lembro quando vi a Fifi pela primeira vez, um menino que morava na praia falou: ah, essa cachorrinha era da minha mãe, mas agora mora cada dia num lugar! Não sei porque ela gostou tanto de mim. Era chegarmos na nossa casa, dava uns 15 minutos e aparecia a Fifi, toda rebolando, nos dando boas vindas. De noite ela ia embora, dormir na caminha dela, numa casa umas 3 quadras da minha, onde era muito bem cuidada. De manhã, umas 7h, a Fifi ia chorar na janela do quarto dos meus pais, pedindo para todos acordarem. Onde eu ia, a Fifi ia. Toda manhã íamos para a praia, enquanto eu brincava, ela cavava buracos atras de siris de areia. A amizade com essa cachorrinha durou uns 2 anos, até que ela foi picada por uma cobra e morreu. Chorei muito quando soube, fiz uma plaquinha de madeira e coloquei onde a enterraram. Muitos cães fizeram parte da minha vida, sem serem meus. Outro dia conto mais sobre o próximo que me adotou, o Pingo.


Porque o importante é ter um cachorro na infancia :D

Punição por maus tratos

Texto retirado do site da Gazeta do Povo:

O casal Atílio e Marlene Dallagnol foi condenado pelo Juizado Especial Criminal de Cascavel por ser responsável pelo abandono e consequente morte do cachorro SRD Urso. A condenação por maus-tratos é com base na Lei 9.605/98. Eles terão de pagar um salário mínimo (R$ 465) ao Conselho da Comunidade, mais o ressarcimento de R$ 500 à Associação Cidadã de Proteção aos Animais (Acipa), que bancou tratamentos veterinários na tentativa de recuperar o animal.
A história de Urso se tornou pública em dezembro de 2008, quando uma vizinha do casal fez uma denúncia. Eles teriam se mudado de uma propriedade e deixado o animal no terreno sem comida e sem água por mais ou menos dois meses. Urso foi internado com pneumonia, desnutrição e desidratação. O tratamento, porém, não foi suficiente para evitar complicações que levaram a um quadro irreversível. Em fevereiro deste ano, o cachorro foi eutanasiado.

Urso

domingo, 10 de maio de 2009

Aniversário do Ty

Hoje meu preto faz 2 aninhos de vida! Esse cachorrinho é muito especial, pois chegou num momento de luto, trazendo muita alegria para a casa. Ele está sempre feliz, brincando ou pedindo carinho para alguem. Espero que ele tenha uma vida longa e muito feliz, ao meu lado claro. Coiso preto, te amoooooooo!






quinta-feira, 7 de maio de 2009

Que complicado!

Hoje foi dia de treino dos meus cães. Levei pra pista: Brenda, Blues, Kid, Laka e Ty, mas o Ty não treinou pois não está muito bem de saúde.

Conversando com a Gabi, chegamos a conclusão que é muito complicado começar a treinar um cão pro agility. Não é mais como antigamente, como disse a Gabi, antes era só ensinar cada obstaculos, depois juntar tudo numa reta e pronto hehehe. Hoje temos que fazer toda uma base antes, nos preocupar desde cedo com o tipo de zonas de contato que iremos fazer, ensinar out, voltinhas pra lá, voltinhas pra cá.

Noto a diferença nos meus cães. A Laka que fez seu primeiro treino hoje, é muito mais facil de trabalhar do que o Blues, por exemplo. Desde que a Laka chegou aqui, brinco com ela de seguir meus movimentos, de fazer as tais voltinhas, trabalho obediencia, etc. O Blues nunca teve essa base. Com ele é tudo mais dificil, porque primeiro preciso ensina-lo a entender meus movimentos, a sentar, ficar.

O Kid, sheltie, teve alguma base com o Tamaio, mas foi pouquissima coisa. Com a Cassi, ele aprendeu a sentar e girar para esquerda e direita. Com esse cachorro estou tendo muita calma, quero ensinar cada obstaculo muito bem, pois acho que ele tem um grande potencial. Estou trabalhando a rampa A com os strides, mas ainda não decidi como será a passarela dele.

Cada cachorro é de um jeito e eu, com esses 5 cães, estou penando. Mas eu gosto, adoro ver a evolução deles e não vejo a hora de estreiar algum.

Kid, sheltiezinho doido, meu queridinho

terça-feira, 5 de maio de 2009

Terça - dia de treino

Treino de agility hoje. Terça com cara de sábado heheh. Daqui de casa levei Ty, Brenda e Laka. O Ty só foi pq ficou doido quando viu minha mochila "agilitistica", pois ele está dodói e não pode fazer exercicio. Foi só pra passear mesmo.
Laka só foi pra socializar. Conheceu o pessoal, comeu o nariz de alguns, furou os olhos de outros, no final todos gostaram da baixinha. Ela se deu muito bem com o Senna, o whippet.
Brenda, doida como sempre, chegou e já foi comer umas folhas secas... nunca vi um cachorro assim, que adora comer folhas... bicho esquisito viu. Treinamos umas zonas e entradas de slalon.
Os aluninhos foram bem também. Depois de um longo periodo onde a "casa" estava em reforma, ficou pronta. Todos aprovaram, ficou linda, toda azul. Os mais novinhos aprenderam a faze-la e todos foram bem. O Senna e o Ted (golden) amaram o novo obstaculo.
Videozinho do Ted:
video

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Filhotinhos de golden

Usando o blog para fazer anúncio hehehe. O canil Paddock está com uma linda ninhada de golden retriever, são 4 femeas e 2 machos. Eles são lindos, gordos e eu queria todos pra mim mas, como não posso, deixo pra quem quiser compra-los hehehe. Os pai é o golden mais lindo, simpático e amado de Curitiba: Wolf´s Hunter Goldentrip Soier (HD-), aaaaamo esse cachorro! E a mãe é a Vitoria of BR Paddock, essa cã tem um temperamento excelente e é muito bonita. Quem tiver interesse, entre em contato :D


O pai


A mãe

Os bebes

domingo, 3 de maio de 2009

Passeando

Finalmente hoje pude dar o primeiro passeio de verdade com a Laka. Coloquei a guia na coleira e lá fomos nós. Foi muito melhor do que eu pensava. Ela já saiu cheirando tudo, querendo conhecer o mundo. A única coisa que fez ela ficar meio maleducada foi quando cães latiam no portão e ela latia de volta. Mas isso eu corrijo uma próxima vez. Fomos dar umas voltas nas quadras, passamos numa pracinha e voltamos. Um ótimo primeiro passeio.
Laka com 65 dias e com 105 dias

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Shelties

Olha, essa raça me conquistou. Os responsáveis por isso foram a Amy, o Bart e o Kid, três sheltiezinhos maravilhosos que treinam comigo. O Bart e a Amy treinam com seus donos e o Kid foi recentemente passado para mim, para que eu o treine e, futuramente, vá competir com o baixinho. Adorei! Confesso que no começo já pensei: ihhh, vai dar trabalho! Mas que nada, logo no primeiro treino já ficamos super amigos e hoje em dia, após cada treino, soltamos os cães e ele não sai de perto de mim, muitas vezes cuidando para que nenhum outro cão venha pro meu lado.

São sensiveis? São, mas quem não é? heheh O jeito é aprender a lidar com eles e respeitar seu tempo que, desse modo, aprendem rápido e com a maior boa vontade. Não penso em pegar outro cão tão cedo mas, assim que o fizer, tenho quase certeza que será um "chatland".

Amy, criação do canil Chelsea Shelties

Bart, criação do canil Emporium dos Cães