quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Adestramento positivo

Pegando carona no posto do blog do Tudo de Cão, vou relatar minha experiencia com o Adestramento positivo, clicker e afins.

Lá por 1999, levei a pequena Kiara, com 6 meses, para adestrar em um canil. O sistema era de internato e a filhotinha teria que ficar uns 2 meses lá para aprender a ser uma boa menina. Deixei ela lá e voltei no final de semana seguinte para visitar. Fui eu, minha irmã e meu pai. Chegando, trouxeram ela com um enforcador e uma guia. Mais do que depressa eu peguei ela no colo e comecei a agradar. O adestrador arrancou ela do meu colo com um tranco e disse que a gente não poderia pega-la mais, pois senão ela ficaria mal acostumada e iria pular nas pessoas. Eu e minha irmã, na hora perguntamos: e daí????? Nós tinhamos comprado um poodle!!!! E poodles nasceram pra ficar no colo das pessoas hahaha. Só sei que deixamos ela lá somente mais uma semana, pois vimos como era feito o adestramento e ninguem lá de casa aceitou que ficassem enforcando nossa cachorrinha.

Bom, um tempo depois, no primeiro ano de faculdade, quis fazer um curso de adestramento. Fui em um canil onde aprendi como não adestrar. O método era o "militar", com punições o tempo todo. Do tipo: ou vc senta, ou vai morrer enforcado! Pffff A única coisa boa desse curso é que vi quanta merda esse povo faz e eu corri atras de métodos positivos.

Nisso conheci várias pessoas que utilizavam o positivo, tais como o Alexandre Rossi, o Dante Camacho, Cláudia Pizzolato e entrei em contato com eles para saber mais. Aqui em Curitiba não havia ninguem trabalhando assim.

Hoje em dia os donos de cães estão mais espertos com os adestradores, a maioria procura pessoas que não utilizam punição fisica, trancos, para ensinar cães. Mas tem muito adestrador por aí que fala uma coisa e na hora faz outra. Eu nem gosto de entrar nessa questão pois me estresso, esses tipos são tão idiotas que não conseguem abrir a cabeça nem um pouquinho pra ver o quando o positivo é bom. E eles ainda defendem que tranco é bom! Faz o cachorro obedecer! Ter medo!

Esses tempos me liga uma senhora, desesperada, dona de uma golden, dizendo que o adestrador estava maltratando a cachorra dela, que ela precisava de ajuda. Segundo essa senhora, o rapaz batia na cachorra com um rolo de jornal quando esta fazia algo errado e dava trancos na guia. Que bom que ela descobriu em tempo... coitados dos cães que passam por isso e os donos não veem.

Agora, me digam: por que usar punições, trancos, agressividade se com o clicker e atitudes positivas o cachorro aprende mais, com mais vontade e mais feliz?

10 comentários:

Malu disse...

Também fico estressada quando começo a falar desse assunto... A vontade é de colocar esses caras (ainda mais se são os que mentem dizendo que usam um método mas na hora usam outro) no lugar dos cachorros, e ver se é legal... AF! Detesto esse tipo de coisa... Mas como a Sara mesmo disse, o jeito é tentar mudar a cabeça dessas pessoas aos poucos... Ou acabar com todas re uma vez! hahahaha

Camila - EDC disse...

Nossa... q post legal! Não sabia nada dessa sua história Fe...

Tadinha da Kiarinha....

Acho que quem não usa estímulo positivo é pq não conhece... nào é possível... (sim sim... eu sei que ainda tem idiotas q não pensam....)

Ana disse...

A Bia tb começou a ser adestrada com trancos!Ela tinha medo de passear da rua e depois das aulas, piorou!
Ai, fiz o curso com o Dante, na dogz!E ela mudou da água pro vinho!Começou a passear legal!Fazia xixi no jornal e no lugarcerto, pq até 1 ano de idade ela num sabia!Ensinei com o clicker!

Sara Favinha disse...

Fer, linda essa foto sua e da Kiara!!

Carol E. disse...

Não faço a menor ideia de porque ainda usam os métodos desprezíveis Fe! Acho que esses malditos pensam que é complicado demais recompensar o cão pelo que ele faz certo ou que o cão tem obrigação de obedecê-los..! Aaah me irrita, me irrita muito!

Sara Favinha disse...

E até mesmo as pessoas que nos contratam. Algumas têm dificuldade de treinar o cão com comida, porém, querem encher o bichinho de guloseimas, de graça...

sama disse...

Olá,
Gostei muito do seu Blog, parabens!

Gostaria de divulgar o meu, "Adestrando a fera". Passe por lá e me diga o que acha...

Conheça as mais novas técnicas de adestramento animal. Você nunca viu nada parecido!

http://adestrandoafera.wordpress.com

Um grande Abraço;
Prof. Howard Bull

Sara disse...

Muito legal vocÊ relatar sua experiência, pois existem muuuitas pessoas que utilizam o método negativo...é triste de ver...
Também tenho um blog, dá uma visitada! http://meucaomeuamigo.blogspot.com/

Anônimo disse...

Positivo né? sei, isso se chama adestramento de recompensa, eles só vão fazer alguma coisa se ganharem comida em troca, acho tosco, no começo até se usa um pouco do tranco mas depois você vai trocando pelo do carinho "good girl/boy" ... depois que aprendem o significado do Não fica tudo mais fácil, basta um NÃO que eles atendem na hora.

Pior é comprar um poodle, mandar adestrar e depois fica carregando no colo!!!! O cara tinha razão, isso é Nonsense!!! Fag-dog total!! Tudo que o cara ensinou os donos estragam em 5 minutos.

Eu sempre digo, quem precisa de adestramento são os donos, os cachorros aprendem tudo facilmente sem violência.

Anônimo disse...

Por que nao:)